sexta-feira, 31 de outubro de 2008

VAMOS SEMEAR SEMENTE E NÃO CORPO

Neste mundo globalizado todos querem tudo o mais rápido possível. Queremos queimar etapas. Fazer o supletivo em lugar do ensino médio, fazer faculdade particular em lugar da pública só pra tirar o diploma o mais rápido possível sem muito esforço. E esse afã de conseguir as coisas o mais rápido possível faz com que vivamos num mundo de aparências em que ter o diploma é mais importante do que saber o conteúdo.
Por que é praticamente impossível fazer tantas coisas ao mesmo tempo, todas bem feitas.

Precisamos fazer. Temos urgência em realizar e porisso com a "força do nosso braço" partimos para concretizar nossas metas pulando etapas. Fazer sexo antes do casamento em lugar de esperar o tempo certo e o amadurecimento adequado do relacionamento, para aí então partir para um casamento. Ter filhos e se casar sem ter uma vida financeira planejada para tais eventos. Chegar ao final do primeiro mês de trabalho de um novo emprego com uns 7 carnês a mais de prestações, sem a certeza de que será efetivamente contratado. Não sabemos esperar, não sabemos usar o tempo a nosso favor. Temos que realizar, realizar, realizar o mais rápido possível.
O que Deus diz disso? Sabiamente diz que:"E, quando semeais, não semeias o corpo que há de nascer, mas o simples grão, como de trigo ou doutra semente qualquer. Mas Deus dá-lhe o corpo como quer e a cada semente, o seu próprio corpo"- 1Coríntios 15; 37-38
Muitos devem achar que estou louca ou que parei no tempo. Mas falo com propriedade, falo neste assunto muito a vontade, pois eu mesma fui uma pessoa que errou boa parte da vida tentando pular etapas, "semeando corpo e não semente". Por vaidade? Pode ser. Por culpa? Não sei. Talvez por precisar"correr"para recuperar o tempo perdido. Fazer 10 anos em 1 ou 2. Pode isso? Loucura. É melhor fazer as coisas passo-a-passo. Há uma sequência que não pode ser quebrada. O mais saudável é não pular etapas e fazer uma vez só. Não ter que recomeçar tudo de novo. Eu sou expert neste assunto e quem me conhece sabe disso. Não há esperteza em pular etapas. Há atraso, sofrimento, perdas...etc.
Deus é bom e digno e nos orienta em todos os aspectos das nossas vidas. Ele faz crescer um corpo lindo na semente que semeamos e entregamos a Ele. E que pacientemente esperamos Ele transformar em corpo. Para desfrutarmos das delícias que Ele tem para nós.
Visite http://pt.netlog.com/dricahorta e participe de um questionário sobre treinamento.

sábado, 25 de outubro de 2008

Vender é humano

Vender é uma atividade humana. Envolve seres humanos, portanto está cheia de sentimentos, sensações, nuances, impulsos... O vendedor tem que ser um expert em gente, conhecer todas as novas teorias sobre o comportamento humano, as teoria de Freud, as últimas técnicas de vendas lançadas no mercado...

Tudo pra quê? Pra driblar seu cliente? Pra armar uma arapuca pra ele cair? Pra caçar seu cliente e "traiçoeiramente" arrancar dinheiro do seu bolso?

Não, amigos vendedores, não vamos diminuir nosso trabalho. Não vamos mediocrizá-lo. Vamos ser dignos. Vamos criar vínculos verdadeiros com nossos clientes. Não é necessário criar um monte de estórias, estratégias vazias.

Basta a gente olhar o cliente com olhos humanos. Basta que a gente se aproxime dele pensando em conhecer este ser humano. Tentar intuir o que ele pensa das coisas, como se mostra, como se vê, com o que sonha, intuir seus medos, sentir sua presença e com isso conquistar a sua confiança. Mas não para traí-lo ao final da venda, ficando irritado e desprezando-o caso ele não compre seu produto, caso não corresponda ao seu esforço de venda. Mas sim tratando de criar e manter um relacionamento, que é o que seres humanos fazem: se relacionam.

O cliente realmente compreendido, conquistado, respeitado como ser humano, sempre volta.

Aquele cliente fechado, nervoso, pode ser um "tremendo cara". Aquela cliente "boa praça" pode ser indecisa e insegura - não saber o que quer. Mas para conquistá-los, basta você se interessar por seu cliente e transcender aquele momento muitas vezes incomodo da venda onde o mercado colocou muitos vendedores despreparados que literalmente "assustam"os clientes com falta de tato, despreparo, falta de visão. Pensam em seu cliente como algo momentâneo. Não pensam em criar vínculos. Não amam seu trabalho. Não se interessam por seres humanos. Se esquecem que quem está do outro lado do balcão é um ser humano e porisso pode ser uma experiência interessante.

Visite http://pt.netlog.com/dricahorta e participe de um questionário sobre treinamento.

quinta-feira, 23 de outubro de 2008

Parecer Pesquisa

PESQUISA MOTIVACIONAL DOS FUNCIONÁRIOS DE ITAPERUNA DO PONTO DE VISTA DOS EMPRESÁRIOS:
RAIO-X DA SITUAÇÃO NO SEGUNDO SEMESTRE DE 2008

Duração da pesquisa: 3 meses (julho a setembro de 2008)
Número de empresas entrevistadas: 175
Localidades: Itaperuna, Raposo e Bom Jesus do Itabapoana
Número de pessoas que participaram da realização da pesquisa: 3
Responsáveis pelas respostas das entrevistas: proprietários, gerentes, responsáveis pelo RH, responsáveis pelo Departamento De Pessoal das empresas entrevistadas.
Porte das empresas participantes: Grande, Média, Pequena e micro empresas.
Número de funcionários da maior e menor empresa: 1700 (maior) e 1 ( menor).
Número total de funcionários contratados pelas empresas: 6098
Objetivo: Inicialmente saber se as empresas de Itaperuna oferecem treinamentos aos seus funcionários. E se estariam dispostas a fazer este tipo de investimento. Aproveitamos para coletar dados de como é feito o recrutamento e a seleção destes funcionários. Achamos interessante também medir a satisfação dos empresários com o desempenho de seus funcionários e a duração e freqüência destes treinamentos.

RECRUTAMENTO E SELEÇÃO
Dados coletados
: 55% dos empresários contratam seus funcionários através de currículos deixados nas empresas. E 38% por indicação de parentes ou amigos. 59% das empresas fazem seleção através de entrevista com os candidatos e 29% através de análise de currículos.
Conclusões: Concluímos que isso dificulta uma boa seleção aja visto que somente estarão visíveis à empresa aqueles candidatos que estão “procurando” emprego. E que muitas vezes deixam currículos em vários locais, os de mais fácil acesso ou mais próximo de suas casas. Isto muitas vezes limita a possibilidade de se encontrar bons candidatos, ou candidatos mais adequados ao perfil da empresa e do cargo. Os métodos de seleção também não são os mais adequados haja visto que aparentemente o empresário utiliza o currículo mais como uma ferramenta de busca de candidatos interessados do que de seleção e realiza somente através da entrevista a seleção. E este critério é muito precário e factível de erros. São necessárias mais oportunidades de o candidato se expor para que o empresário possa perceber suas reais intenções e seu grau de comprometimento. O que aparentemente o empresário faz durante um período de experiência que dura de 1 semana a 3 meses.

PROMOÇÕES DE CARGO
Dados coletados: 46% das empresas promovem aqueles que melhor sabem fazer o serviço.
Conclusões: Este é um grande erro porque que neste caso o empresário arrisca promover o melhor vendedor, por exemplo, e o mesmo não tem perfil de líder. Resultado, a empresa pode perder seu melhor vendedor e ter um péssimo gerente.

TREINAMENTOS
Dados coletados
: 43% das empresas ainda não oferecem nenhum tipo de treinamento. Das que oferecem treinamento 43% optam pelos cursos do SEBRAE, ASSOCIAÇÃO COMERCIAL, SENAI, SENAC, etc. E por palestras também (36%). O intervalo de tempo entre um treinamento e outro varia de 1 (33%), 3 (20%) a 6 (29%)meses. A duração destes treinamentos varia de 1 semana (32%), 1 mês (31%) e 3 meses (24%).
Conclusões: O empresariado de Itaperuna já está investindo em seus funcionários e percebe esta necessidade. Já percebem o que serve e o que não serve para suas empresas em termos de investimento em funcionários. Suas reclamações foram muito encima de que os funcionários não praticam o que aprendem, não melhoram com apenas 1 treinamento 1 ou 2 vezes ao ano, que outras empresas “roubam”seus funcionários treinados, e que muitas vezes pagam treinamentos que os funcionários não comparecem. Concluímos que falta uma cultura nos funcionários de valorizar o aprendizado, principalmente o investimento que a empresa onde trabalha faz nele.

DESEMPENHO DE FUNCIONÁRIOS
Dados coletados
: 63% afirmam não ter problemas com a falta de treinamento de seus funcionários. E 90% dizem estar satisfeitas com o desempenho de seus funcionários.
Conclusões: A falta de treinamento ou todos os obstáculos existentes para o investimento em treinamentos, não são empecilhos para o desempenho dos funcionários, na visão dos empresários ou de seus responsáveis pelos setores de RH ou Departamento De Pessoal.

PROBLEMAS EXISTENTES
Dados coletados
: 19% das empresas encontram dificuldades em contratar o profissional adequado. 12% consideram que faltam conhecimento e informação. Atrasos (10%), atendimento ineficaz (10%), conflitos entre funcionários (9%), falta de comunicação entre os departamentos (10%) e falta de motivação (10%) ainda estão entre os maiores problemas, na visão das empresas, enfrentados hoje por elas com os seus funcionários.
Conclusões: O problema que mais aflige as empresas é a falta de informação e conhecimento trazidos pelos funcionários, fazendo com que os mesmo sejam inadequados para suas funções.

ÁREAS COM PESSOAL QUALIFICADO
Dados coletados
: Atendimento ao cliente (23%) e Vendas (22%) são as áreas com mais qualificação nas empresas. Liderança (10%), auxiliar contábil (11%) e auxiliar administrativo (11%) são também áreas que encontramos profissionais qualificados. RH (7%), Departamento de Pessoal (8%) e Telemarketing (6%) são as áreas menos qualificadas.
Conclusões: Existem áreas com profissionais qualificados. Porém, os empresários têm que entender que sem investimento em treinamentos, não há crescimento. O empresário que tem uma loja hoje pode ter uma rede de lojas amanhã, se investir em treinamento. Não há que esperar uma valorização por parte dos funcionários. Conhecimento e informação são ferramentas importantes para esse nosso mundo globalizado e competitivo. Há que se criar uma cultura de valorização do aprendizado. Os funcionários têm que valorizar o aprendizado e o investimento das empresas. E os empresários têm que buscar também informação para eles próprios e valorizarem seu pessoal qualificado dando liberdade de ação e respeito ao que tem qualificação. Isso vai criar um clima de motivação nas empresas, tão necessário para o crescimento.
Visite http://pt.netlog.com/dricahorta e participe de um questionário sobre treinamento.

Graficos da Pesquisa









Visite http://pt.netlog.com/dricahorta e participe de um questionário sobre treinamento.

quarta-feira, 22 de outubro de 2008

Vale a pena investir em funcionários?

Olhe o que o treinamento pode fazer por seus funcionários.


video

Visite http://pt.netlog.com/dricahorta e participe de um questionário sobre treinamento.

Bom atendimento não é só sorriso

Quando falamos em atendimento pensamos logo na moça bonita e simpática. com um sorriso lindo e um feliz: "Bom dia, posso ajudá-lo em alguma coisa?". Os empresários pensam que curso de atendimento tem que falar disso. Como ter postura, digo, postura ereta na porta da loja sempre sorrindo. Muitos chegam a orientar seus funcionários para colocarem os braços pra trás como sinal de respeito e disposição, numa linha de treinamento muito parecida com a do exército.

Mas será que essa moça bonita e sorridente vai solucionar o "problema" do seu cliente? Sim, por que todo cliente tem um "problema" e a empresa a solução.

Será que ela tem conhecimento suficiente dos produtos e das técnicas de atendimento e de vendas para oferecer o produto adequado? Conhece bem os procedimentos da empresa? Se houver um problema daí há uns dias ela vai saber resolver? Vai ter bom senso de tomar a melhor solução para o cliente e para a empresa? Ou será que ela pensa que seu papel é só sorrir e o resto quem resolve é o dono ou o gerente?
O atendimento não é feito somente pelo pessoal da linha de frente.

O último rapaz da linha de produção da empresa, que nunca viu o cliente e que não tem o sorriso da recepcionista, também faz atendimento. Se ele não embalar adequadamente e a tempo, a mercadoria não será entregue no prazo prometido e da forma adequada. Pode chegar lá na casa do cliente o produto errado, causando transtorno e "mau atendimento"por parte da empresa.

Atendimento é feito por todos da empresa. Desde a funcionária da limpeza até a Diretoria, passando pelo pessoal da linha de frente e da linha de produção. Todos, todos, sem exceção fazem o atendimento da empresa.

Portanto para que o atendimento da empresa seja bom é necessário: treinamento de todos os colaboradores, união, bom senso, boa comunicação entre os departamentos, bom conhecimento da empresa e de seus processos por parte de todos, além de é claro, tecnicas de vendas, de atendimento e um sorriso lindo.

Viu!? O bom atendimento da sua loja, empresário, não depende só do sorriso da moça da recepção. Está intimamente ligado a você e todos da empresa participam direta ou indiretamente do atendimento.
Visite http://pt.netlog.com/dricahorta e participe de um questionário sobre treinamento.

sexta-feira, 17 de outubro de 2008

Ser profissional é valor espiritual?

Em uma de minhas palestras coloquei como pergunta se o fato de:
sermos pontuais, de termos uma postura correta frente aos nossos colegas, acreditarmos na empresa em que trabalhamos, darmos o nosso melhor todos os dias, sermos proativos, não fazermos fofocas de outros colegas, nos preocuparmos verdadeiramente com os resultados e nos esforçarmos em sermos os melhores são valores espirituais.
E todos me olharam como se estivesse falando de algo descabido, fora do lugar.
Fizeram silêncio e os mais audaciosos e seguros de sua opinião disseram com a cabeça que não: "Isso não tem nada a ver com espiritual, com Deus. Estes são valores profissionais"

Espirituais são as orações na igreja, os jejuns, leituras bíblicas, pregações... Até nossa voz muda quando falamos de coisas espirituais. Mas é exatamente isso que Deus não quer:
"E, quando orares, não sejas como os hipócritas; pois se comprazem em orar em pé nas sinagogas, e às esquinas das ruas, para serem vistos pelos homens. Em verdade vos digo que já receberam o seu galardão." Mt 6:5

Isso é o que não devemos fazer: sermos um na igreja e outro no trabalho. Um na igreja e outro em casa. Não devemos ser hipócritas. Não temos que mudar o tom de voz quando falamos das coisas de Deus. Temos que ser estáveis. Temos que ser os mesmos em qualquer lugar que estejamos. Portanto, os valores espirituais valem para qualquer lugar. Válido também para o lugar que passamos 1/3 de nossas vidas: que é nosso trabalho. Temos que transformar nosso local de trabalho num lugar de paz usando sim os ensinamentos de Deus.

Temos que ir trabalhar com alegria. Nossos relacionamentos no trabalho são importantes para nossa vida. Para desempenharmos bem nosso trabalho dependemos de um bom ambiente.

Os valores espirituais são carregados de lógica, de bom senso e de sabedoria.
Visite http://pt.netlog.com/dricahorta e participe de um questionário sobre treinamento.

quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Negócios na nova era



Olha aí!! Viu, muito mais gente pensa como nós. Este é um texto de Leandra Hiromi Nakazato.
Estou postando este artigo para verem que o assunto sobre a Qualidade de vida e o fato da espiritualidade estar inserida nesta questão é um assunto bem mais amplo e atual do que poderíamos pensar.

Negócios na Nova Era
Autor: Leandra Hiromi Nakazato

A Era do Conhecimento será também a Era do Redespertar Religioso. As incertezas e mudanças gerados pelo mundo globalizado, intensificam a necessidade de crença espiritual. A tendência é que as pessoas busquem paz e bem-estar visando seu crescimento e desenvolvimento pessoal e profissional.
As empresas devem estar atentas a essas mudanças de valores e comportamentos e não ignorá-las. É preciso aceitar os desafios rompendo todos os paradigmas e aproveitar as oportunidades que surgem.

Muitas corporações adotam modelos de gestão empresarial visando apenas o sucesso no ambiente interno da empresa e a melhoria da qualidade de vida das pessoas que nela trabalham, mas essa é uma visão restrita. As empresas devem ampliar seus interesses e compartilhar os benefícios com toda a sociedade. Isso será possível através da participação ativa na sociedade, da valorização do potencial e principalmente da prática do lado espiritual de cada indivíduo.
Creio que o maior obstáculo para os ocidentais , seja aceitar a espiritualidade com naturalidade. Ao contrário dos orientais que praticam a espiritualidade como uma filosofia de vida . Apesar de haver uma estreita relação entre espiritualidade e religião, há diferenças . Religião consiste apenas no plano individual, em salvar o homem da pobreza e contribuir com a saúde física e mental . Já a espiritualidade abrange o plano social. O objetivo maior é construir uma sociedade sadia e pacífica.

O papel da espiritualidade será a de despertar a consciência do homem sobre a sua missão de vida e sua relação com a sociedade e o meio-ambiente. Ao suprir as carências de diálogo, compreensão e princípios morais, consequentemente, haverá a conscientização e o comprometimento das pessoas com os objetivos na casa , no trabalho e em qualquer grupo na sociedade.

Esse é o ponto de partida para o sucesso nos negócios. Ao atuarem no terceiro setor, as empresas devem estar cientes da sua importância como agente transformador e influenciador da sociedade. O estímulo às atividades sociais resultará em pessoas e organização saudável.
Chamo o emprego da espiritualidade nos negócios de sabedoria. Quem agir com sabedoria será o líder da Nova Era.

Em qualquer equipe, quem conquista a liderança e é seguido, é aquele que tem espiritualidade, que pensa no bem-estar de todo o seu grupo e que não fica preso a problemas insignificantes.

Portanto, o conhecimento interior será a energia vital neste mundo interconectado. Além disso, a integralização de todos os campos do conhecimento humano: ético, espiritual, religioso, científico, artístico , etc será o alicerce da empresa do futuro: a Ultra-Empresa.
Visite http://pt.netlog.com/dricahorta e participe de um questionário sobre Treinamento.

segunda-feira, 13 de outubro de 2008

A CIRANDA DO EMPREGO


Nos últimos tempos tenho visto que para certas pessoas é simplesmente IMPOSSÍVEL permanecerem na mesma empresa por algum tempo. Andei observando o fato repetidamente nas empresas e me pergunto: O que motiva estas pessoas a estarem em constante mudança? Serão suas inseguranças? Seu medo de crescer? Sua falta de compromisso com as coisas em geral?
Como as empresas fazem para reter este tipo de profissional e como ajudá-los a crescerem profissionalmente?

Afinal de contas é prejudicial para as empresas e para o profissional esta ciranda. Mas como, em geral, a performance destes profissionais não é muito boa as empresas acabam por não se perturbarem muito com sua saída.

Eles não têm compromisso.

Falta aquele tal de "comprometimento" tão falado ultimamente nas palestras e artigos dos palestrantes mais famosos.
Eles estão de "passagem", porisso seu trabalho é pobre, medíocre.

Criam altas expectativas em seus contratantes e não conseguem alcançá-las.

Sabem como impressionar seus entrevistadores e ganham sua vaga, mas seu mau desempenho é notório em alguns meses. Não querem saber de nada. São manipuladores e egoístas.
Sabem todo o discurso da motivação, da liderança, das atitudes profissionais, blá, blá,blá....Mas na hora "H", estão só esperando aparecer aquele emprego M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-O ! Que se de fato aparecer um dia na vida deles, eles não estão preparados para assumí-lo. Eles não estão acostumados a estar comprometidos. Eles só querem dar, se receberem. Não sabem plantar para colher.

E o que Deus nos fala sobre isso? Ele nos diz que: " É melhor dar do que receber"

Eh...Srs. "de passagem", Srs. "sem compromisso". Se vocês não decidirem ter compromisso agora com seus empregos....é....este aí mesmo que vocês têm: emprego de auxiliar, de vendedor, de atendente. Vocês nunca vão chegar a Diretores.

Quem chega a Diretor um dia, é porque não trabalhou como auxiliar nunca, trabalhou sempre como Presidente.
Visite http://pt.netlog.com/dricahorta e participe de um questionário sobre treinamento.

sábado, 11 de outubro de 2008

Bem-vindos

Olá amigos,

Este será um espaço de revelações, idéias novas, estímulo, aconselhamentos, enfim, um lugar útil para mim e pra vocês.
Quero ser inspirada por Deus a motivar, criar, levar valores eternos e transformar vidas, com foco na área profissional de nossas vidas.
Foi Ele, foi Ele mesmo que me inspirou a criar este blog e este é só o começo.
Bom, por hoje é só.
Já é 1 da manhã e estou muito cansada.
Boa noite e me aguardem.