segunda-feira, 10 de novembro de 2008

Sua Empresa, Sua Cara

Nós empresários estamos sempre insatisfeitos com nossos funcionários, com nosso atendimento, com nossas instalações, com nossos preços. Queremos que os funcionários se dediquem mais, que os preços sejam mais altos, que nossos funcionários atendam nossos clientes como nós mesmos. Estamos também sempre com uma ligeira sensação de que as coisas ainda não estão do jeito que gostaríamos que estivessem. Isso se deve em primeiro lugar ao fato de que somos empreendedores. E empreendedores são assim mesmo: movidos pela insatisfação, pelo fato de nunca estarmos totalmente satisfeitos. Sempre buscando mais. Sempre buscando a excelência.

Mas o que eu estou falando aqui não é disso. Estou falando daquela insatisfação pela identificação. Sabe quando não gostamos de alguém que é igualzinho à gente? Sabe aquela implicância que temos com o atraso de uma pessoa e vemos depois que somos igualmente atrasados. Não gostamos da forma como nosso filho se relaciona conosco mas não observamos que nos relacionamos desta mesma forma com nossos pais. Detestamos a forma como nossos funcionários se relacionam entre eles e com o cliente, mas não observamos que nos relacionamos desta mesma forma com eles.

Se você não gosta do que vê em sua empresa, olhe para você mesmo.

Quando somos responsáveis por algo, aquilo passa a ter a nossa cara. Nossos funcionários são a nossa cara, os resultados da nossa empresa têm a nossa cara. O atendimento de nossa empresa tem a nossa cara.

Portanto empresário, se você anda insatisfeito com os resultados de sua empresa, se seus funcionários não têm compromisso, se seus clientes reclamam do atendimento, se sua empresa é uma desordem só, se a sujeira impera, se sua empresa não cresce, e todos reclamam....observe a hora que você chega no trabalho, o que pensa e como trata seus funcionários, como andam suas gavetas do escritório e seu armário de casa.... com certeza, sem pestanejar ou precisar ir à sua empresa posso afirmar que está tudo fora de controle. Assim como você vê sua empresa.



Se você gostou, indique a um amigo

4 comentários:

  1. O problema é que todo empresário (genericamente falando) quer sempre mais e muitos exigem cursos de atualização dos funcionários (update) enquanto eles mesmos não participam de nenhum pensando que não precisam disto.
    Boa postagem!
    diariodeumblogger.blogspot.com
    filmesepipocas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Olha, existem conhecimentos que são paradigmas de comportamento e um deles é exatamente este, se a empresa não for a cara do dono vai ser de quem? A solução é despersonalizar e /ou profissionalizar a gestão?

    Estas questões são também relevantes para uma análise para acurada também.

    Abraço

    Geraldo

    ResponderExcluir
  3. Olá! Adriana,
    Parabéns pelo título e conforme li fui gostando da leitura. Já me identifiquei na vida com duas pessoas e não gostei do que vi. Daí me tornei melhor pessoa atualmente. Percebo que as pessoas se fixam mais nos gestos do que nas palavras. Hoje, com ajuda de alguns conhecimentos da psicologia e da minha própria área de língua portuguesa. Sei que a memória auditiva é efêmera, mas a visual não. Então, se queremos de fato que as coisas melhorem dentro do espaço que atuamos que se inicie por nós mesmos. Soube de Patrão que humilhou empregado, este chegou em casa agrediu verbalmente a esposa, esta bateu nos filhos, esses mataram o cachorro. E por aí vai. A empresa fica nossa cara mesmo. Um abraço.

    ResponderExcluir
  4. espelhos de nos mesmos incomodam.

    ResponderExcluir